CEFALEIAS DE TENSÃO

 
 

A CEFALEIA DE TENSÃO

 
SINAIS E SINTOMAS
A cefaleia de tensão é a cefaleia mais comum na população, sendo a prevalência da cefaleia de tensão episódica, aproximadamente, 80%. Devido à sua elevada prevalência, este tipo de cefaleia é responsável por incapacidade significativa e impacto socioeconómico.

Existem dois subtipos de cefaleia de tensão – a episódica (mais frequente) e a crónica.
Na cefaleia de tensão episódica, a mais frequente, a cefaleia surge habitualmente em contexto de um evento de stress emocional e é caracterizada por:
  • Dor ligeira a moderada
  • Dor dos dois lados da face (bilateral)
  • Dor caracterizada por aperto ou “capacete”
  • Dor que não agrava com atividade física diária
  • Dor e desconforto podem estar associados a rigidez/desconforto cervical
  • Dor com duração de minutos a dias
  • Dor que responde habitualmente a terapêutica analgésica

A forma crónica evolui a partir da forma episódica sendo as características clínicas da dor semelhantes. A cefaleia ocorre em ≥ 15 dias por mês, durante mais de 3 meses por ano, podendo durar horas a dias ou ser contínua.
 

Diagnóstico e Tratamento

 
DIAGNÓSTICO
O diagnóstico é clínico e depende da história clínica e exame neurológico detalhado.

TRATAMENTO NÃO FARMACOLÓGICO
Exercício físico regular e sono adequado.

TRATAMENTO FARMACOLÓGICO
Existe tratamento farmacológico dirigido aos diferentes casos. Alguns dos tratamentos podem ser realizados com toxina tipo A.
 
 
 
 
 

Faça Já a sua Pré-marcação